Páginas

sexta-feira, 23 de março de 2012

Padre Pio de Pietrelcina

Estava guardando para um momento apropriado o  vídeo contando a história da vida de Padre Pio.

Senti que o momento é esse. Por que? Nem pergunto mais essas coisas. Talvez nesse momento necessitamos conhecer a sua história, a sua fé, a sua coragem... O seu amor. 

O filme conta sua história, de pequenino até sua morte em 1968. Fala de suas angustias, perseguições, da criação dos grupos de oração ao redor do planeta, de suas curas, de sua fé, da construção do hospital... Enfim, é bom conhecer um pouco esse ser que esteve recentemente no mesmo plano que habitamos.
Assim, não falarei muito sobre ele, porém, preciso dizer que a partir do momento que o conheci, tenho estado com ele de várias formas. Se penso logo existo! Se existo busco e está presente.

São tantos os mestres de ensinamento vivo que caminharam sobre este Planeta!!! Alguns se fizeram conhecidos e ainda o são. Outros se perderam nos registros do tempo, mas nem por isso deixaram de ser e estar. Outros, a maioria, ficaram quietinhos em seu anonimato para poderem melhor trabalhar suas tarefas. 

Padre Pio, assim queria: ficar em sua cela, rezar suas missas, testemunhar as confissões, contemplar a vida, os céus e seus amados Jesus e Maria... Mas, sua tarefa era maior e seu ego não pode contê-la.

Independente de religião, Padre Pio é um exemplo das possibilidades humanas. As mesmas que temos em nós e insistimos em não ver. É mais prático permanecer como estamos, mudar dá muito trabalho. Reclamar e pedir por milagres feitos por outros é muito mais fácil, mas nossa tarefa é evoluir.... E quanto pouco evoluimos enquanto humanos, exatamente por esperar que outros o façam por nós.

Falo de evolução em nossa matéria e não na matéria que nos cerca. Só quando conseguirmos mudar nossos seres conseguiremos mudar nossa sociedade e a relação com nossos irmãos dos outros reinos. Esse seria o verdadeiro sentido da palavra Progresso. Mas, para isso precisamos mudar nossos quereres.

Os chamados Santos, não importa de que credo, mostraram que através da fé  conseguiam superar seus medos, suas limitações, seu tempo, abrindo canais na matéria para trazer em si essas novas possibilidades... Que muitos chamam de milagre. Nome para explicar aquilo que ainda não entendiam, mas que estamos a cada dia mais próximos de conhecer. Como dizia A Mãe, a possibilidade está Ai.

Padre Pio, mesmo com todos os tormentos, todas as calunias e perseguições de sua igreja, nunca deixou de prestar auxílio a quem o procurava em seu convento e ao redor do mundo, mesmo sem nunca ter saído de  San Giovanni Rotondo, onde chegou em 1918.

Ele foi e continua sendo um grande instrutor dessa humanidade, conhecido agora em outros planos pelo nome de Muriel.















Nenhum comentário:

Postar um comentário

Recent Posts