Páginas

sexta-feira, 28 de agosto de 2009

Descomplique-se - 1


Se alguém viesse me perguntar qual a melhor receita para manter uma boa Qualidade de Vida, eu diria: DESCOMPLIQUE-SE.
Como fazer isso? AH, ai é com você. Cada um sabe onde aperta o seu calo. Cada um tem dentro de si as respostas necessárias para essa pergunta. Sabemos muito bem o que complicamos, ou seja, onde rebuscamos mais nossa vida; o difícil é ser honesto na frente do espelho. São desculpas agregando-se em desculpas. Problemas respondendo o problema. Dificuldades valorizando a dificuldade. Desejos criando desejos. Supérfluos grudando-se ao necessário.

Rebuscamos nossa vida, como se isso a valoriza-se e de repente, nos dá um repente e percebemos que tem algo errado. Parece que a vida não flui, nem dentro e nem fora de nós. Muitos até desconhecem que existe um dentro de nós, além dos órgãos do corpo. Deve ser por isso, que são eles a nos dar os primeiros sinais de alarme.

São artérias entupindo, estomago se ferindo, o coração se partindo, os rins apedrejando, a memória apagando, os nervos revoltando, a coluna entortando, e apesar do saco cheio o que existe é um sentimento de vazio. Ai se procura mais e mais coisas para encher esse vazio. Um ciclo que parece só ter fim quando o corpo grita: “Chega. Me deixa em paz, eu não agüento mais”.

Descomplique-se antes que isso aconteça.

Veja o exemplo de uma superfície lisa e outra cheia de entalhamentos e rococós. Qual é mais fácil limpar? Em qual a água flui fácil e o paninho de pó passa sem dificuldades retirando a sujeira? Em qual é mais fácil ver nossa imagem sem distorção?

É difícil? Sei que estou tentando. Como disse o poeta Walter Franco:


Tudo é uma questão de manter
A mente quieta,
A espinha ereta,
E o coração tranqüilo.

video

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Recent Posts