Páginas

domingo, 3 de abril de 2011

Mudando paradigmas III: A Terra não era azul


Além de elegantemente redonda, lá de cima, a Terra aparece vestida de azul. Olhando a imagem dela sem os oceanos, como mostra a imagem ao lado, criada por um modelo de computador chamado de “Geóide“,  fiquei a imaginar com qual cor ela seria vista se assim estivesse... Um tom de marrom? Alaranjado? Verde? Esse acho que não. Será que alguém tem essa resposta? Se tiver me diga.

Ainda seguindo nessas divagações de quem fica dentro de casa em um domingo chuvoso, lembrei das cores que nosso Planeta já teve em seus 4 bilhões e 500 milhões de anos de existência e me perguntei qual será a próxima cor dessa nossa casa. 

É! A Terra nem sempre foi azul. Sabia? Ela mudou sua roupa algumas vezes irradiando outras cores e tamanhos, sempre por suas mudanças bravas - condições severas como dizem os meteorologistas - de temperaturas.


Já foi vermelha, devido as lavas que corriam em suas superfície de puro fogo. Apareceu branquinha no espaço durante Eras Glaciais e foi verde, devido a tonalidade das águas que a cobria por inteiro.


Por quanto tempo nosso planeta ficará azul, ninguém sabe, apesar de todo avanço que a ciência teve nos últimos 200 anos. É que perdemos mais tempo e energia inventando coisas para jogar fora no dia seguinte do que investindo em conhecimento. Agora, o jeito é correr contra o tempo, e estudos como esse da sonda Exploradora de Gravidade e Circulação Oceânica (Gravity and Ocean Circulation Explorer, ou Goce), que inseri no último post, é um exemplo, pois poderá inclusive auxiliar a prever terremotos com antecedência.
Mas, continuando na minha divagação, a possibilidade é que a Terra volte a trajar branco. Segundo estudos nos últimos 10.000 anos ela passa por instantes de calma em sua superfície, tempo esse em que a espécie humana aproveitou para formar a civilização tal qual a conhecemos. Estamos em um pequeno intervalo de entre duas Eras glaciais, é o que diz a maioria dos pesquisadores, contrariando as teses de aquecimento Global.


Seguindo essa trilha cartesiana que fiz, para entender nosso planeta com os olhos da ciência, comecei a pesquisar como foram esses bilhões de anos da Terra.


Abaixo, para quem não tem muito tempo, inseri um vídeo de três minutos, só para ter uma idéia dessa transformação.



Quer saber mais?


O documentário Como Nasceu Nosso Planeta, em minha opinião é o melhor de todos sobre o assunto, inclusive deu origem a uma Série do mesmo nome. Como são quase duas horas de duração e no YouTube está dividido em 11 partes, deixo a  primeira aqui, depois é só seguir no YouTube.



 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Recent Posts