Páginas

terça-feira, 26 de abril de 2011

Mudando Paradigmas V: "O Planeta sem o homem"

Continuando a detonar paradigmas sobre nossa visão tosca do Planeta Terra e do mundo que nos rodeia, é sempre bom lembrar que o Planeta vive sem a humanidade de sua superfície, porém, essa humanidade não vive sem o Planeta.

Por isso vou postar aqui um documentário que assisti ontem: “O Planeta sem o Homem”.

Imagine que o Ser humano de uma hora para outra seja retirado do planeta. Seu destino ou o que aconteceu com essa nossa raça não interessa, quem sabe retrocedeu e foi levado para o Kitú, Niribú... Ou sei lá quantos nomes possamos dar para outro planeta que se preste a esse sacrifício. O que importa é esse exercício de imaginação feito nesse documentário baseado em dados científicos. .

O documentário segue uma linha de tempo explicando o que aconteceria nos primeiros meses até 10.000 anos.

É impossível assistir sem fazer questionamentos. Eu não consegui tirar os olhos do monitor e mil perguntas surgiam a partir de algumas cenas. Ao final me veio uma crucial: "Já aconteceu igual?" Não com esse desaparecimento mágico, mas provocados por outros fatores como as movimentações tectônicas... E  até que ponto essas outras civilizações não tinham conhecimentos maiores do que imaginamos e que se perderam?

Apenas, diferente do que aconteceria conosco que armazenamos informações em materiais facilmente desgastado pelo tempo, ainda sobraram alguns vestígios escondidos em camadas de terra e vegetações, além de informações sabiamente gravadas em pedras com sinais e desenhos fáceis de serem decifrados por qualquer ser com o mínimo de raciocínio que são consideradas formas primitivas de comunicação!!! Receber os 10 mandamentos em uma pedra...  Não seria um recado subliminar? Sobreviveria mais tempo que digitos..rss.. Bem, não vou viajar na maionese...rs A imaginação vai longe quando se ocmeça a especular sobre essas probabilidades.


Olha o Foco, Sandra.

Voltemos ao documentário que tem muitas informações e questionamentos. E cada qual com o seu.
Só comentando que um exemplo que nos dá dessa regeneração natural é quando mostra a maravilhosa recuperação que está havendo na área isolada de Chernobyl, depois de 20 anos (o documentário é de 2006) sem a intervenção humana... Bem, não vou ficar contando, é só acessar e assistir.

Vale a aula.

7 comentários:

  1. Bom dia ex-colega do PG... Eu por ter curiosidade aguçada mesmo que não pareça sano para nosso adm. fui posto fora... Tenho a cada dia mais convicção não por ter dito "uma besteira imensurável, más sim uma das muitas verdades acobertadas." Quando tiver oportunidade pergunte a ele se já ouviu na sua sapiência universal, falar da escola da Ponte em Portugal??? E de suas implicações filosóficas educacionais, esse ao meu curto esclarecimento seria um bom começo para muitos... E tem uns que acham português burro,pior que maioria mistura ciência com religião... Não lembra deu dando uma esbarrada naquele que você mesma saiu em defesa... Que era um membro antigo, que falava em virar luz ou qualquer coisa parecida, que mandei que guarda-se para ele somente... Lembrou agora??? Continuo seguindo suas colocações as quais acho muito pertinentes, porém Sandra falta a nós muito conhecimento os quais são propositalmente omitidos. Assim maioria das vezes não fazemos as co-relações devidas, más a net quando se tem um domínio maior é uma arma em favor do conhecimento, mesmo com toda a manipulação a qual estamos sujeitos... Más crescimento intelectual é isso uma batalha de momento em momento, perdemos uma batalha más a guerra nunca... Tenho tido algum contato com o Gillog no blogue dele só.. Um abraço sou seu fã colega Sandra...

    ResponderExcluir
  2. Dona Sandra, senhor Cláudio Freitas, fiquei surpreso pelo vídeo acima, impactante. Este blog e outros que encontrei mediante referências no Painel Global, enriqueceram meu conhecimento, pelo que agradeço.

    Escola da Ponte? Temos aqui no Brasil também uma, brasileira, que se preocupa em ensinar as crianças a pensarem, raciocinarem, terem assim, bom senso.

    Falam dos Descobrimentos, dos Bandeirantes, mas o que é isso, o que são eles para crianças; da mesma forma a esfericidade +- do planeta, tamanho, astros e distâncias; eu pelo menos agora com 72 anos principio a compreender algumas coisas que antes me foram forçadas sem a mínima compreensão e ligação com minhas realidades.

    Dou-lhes um pequeno exemplo de algo que presumo, os fará pensar: Na Bíblia está escrito que "fomos feitos à imagem e semelhança de DEUS O ONIPOTENTE....", oras claro, ELE tem pênis, escroto, intestinos, olhos, orelhas, etc. etc. ou não? E por acaso náo se menciona que ELE aprecia churrascos? Oras, se é onisciente, então porque pergunta "Adão, onde estás?". E também se menciona que DEUS O ONIPOTENTE 'andava' pelo Paraíso, oras se anda, tem pés e claro utilizava um calçado, ou não? E se fez Eva, claro o fez tendo como modelo uma mulher, que presumivelmente seria SUA mulher, ou não?

    Discos voadores, se duvida disso, não é verdade? Entretanto vi diversas vezes, inclusive os tais 'charutos' de kms. de extensão. E na Lua, o astronauta com a vestimenta bem solta, não inflada, que o seria se lá tivesse vácuo, não é verdade? E tem água lá, oras se tem água, tem atmosfera, pois com os 'imensos' frios e vácuo o gelo teria que sublimar, ou não? Confuso isso, não é verdade, porém que lá existe atmosfera, esiste sim, meio que rarefeita tipo Andes, talvez.

    Cordialmente agradeço seu blog, comentários que li, e de outros blogs também, muito instrutivos.

    Estéfani José Agoston GRIFAO

    ResponderExcluir
  3. Claudio, em primeiro lugar fico feliz que apesar dos pesares não tenha guardado mágoa de mim. Lembro do episódio com o Rezende, mas amigo, a rudeza não leva a nada. Ultimamente outro patricio seu, também recebeu umas bordoadas do povo do painel devido a forma como se dirigia a outros membros, parece que ele mudou um pouco, entendeu como funciona o mecanismo por ali. Confesso, que particularmente sou um tanto irônica, problema dos santistas, acho que por ter muitos portugueses por aqui temos algumas coisas em comum...rsMas, costumo segurar os freios para não provocar má interpretação. Costumo acessar o http://astropt.org/blog/ , ai de portugal. Vc deve conhecer pois é bem famoso. Eu adoro ler os comentários e as saraivadas dadas e tomadas por alguns. Só não comecei a comentar ainda por pura falta de tempo, pois as vezes dá mesmo vontade de soltar o verbo dessa forma. Porém, vc há de convir que temos de respeitar os espaços. Aqui no Brasil, digamos... as pessoas são mais sensíveis as formas de expressão que a própria expressão. Lembre-se que temos uma micegenação peculiar, que provocou uma mistura que se reflete na cultura. Acho que adquirimos esses melindres dos indigenas, que eram mais emotivos e menos rudes que os os primeiros colonizadores portugueses, a maioria degredados. Bem, estou só tentando analisar a situação, pela questão cultural. Tinha um amigo portugues, que me divertia muito com ele devido a essa forma de agir e falar, que assustavam as pessoas em nossas rodas de conversa. Acho que é por ai, são culturas diferentes, e quando se trata de cultura não dá para dizer quem tem razão. Sobre sua eliminação, convenhamos, se existem regras são para serem respeitadas. Sabia disso, então... Fazer o que. AH!! e por favor, essa história de fã.. tô fora. kkk abraços

    ResponderExcluir
  4. Grifão,
    Eu não duvido de nada. Nesse imenso universo tudo é possível e nós seres humanos conhecemos muito pouco dos ainda mistérios que nos circundam e acredito que possa de fato ter visto. Quando a questão de ensino, acredito que a forma de ensinar está totalmente ultrapassada, mas o conteúdo ainda acredito por exemplo que a história deva ser ensinada. Assim, não perdemos a referência de quem somos e porque somos. Talvez até por não levarmos a história tão a sério continuemos fazendo os mesmos erros. abr e obrigada pelas palavras sobre o meu blog. Fique na paz!

    ResponderExcluir
  5. Querida você não entendeu... Não sou português apesar do sobrenome Freitas sou mineiro de BH.Agora minha preocupação a qual me motivou a frequentar o PG foi as conotações as quais em segundo plano acompanhavam a passagem do Com. Eloin, de certa forma são águas passadas. Pois para mim e muitos outros ao redor do mundo de certa forma não interpretamos assim... Ah não vem ao caso,porém me parece que o Ricardo Garcia, de certa forma tem lá suas razões em dizer: "Falar do tempo, é perda de tempo!!!" Pois ando pesquisando muito essa área,não sei se você é meteorologista... A mim desde o começo pareceu-me, más verdade é que tudo indica essa parte de instabilidades climáticas,o ser humano já anda interferindo propositalmente e pondo a culpa na Mãe Natureza... Já esbarrei em inúmeros depoimentos científicos a esse respeito. Tem inclusive um instituto alemão da cidade de Hamburgo,que me parece era de certa forma um colaborador,más com as repercussões tempos atrás tornou-se um dissidente...
    Hoje este instituto me parece que tem aval da comunidade científica europeia a monitorar os ditos experimentos, made in USA no quesito dos aquecedores ionosféricos... Tu parece bem esclarecida, acho que não tem porque priva-la disso,em matéria de previsão deste instituto que pelo que apurei é referência mundial no quesito "Previsão e Monitoramento Climático Mundial" Os caras lá monitoram tudo imaginável, desde corretes oceânicas /com sua salinidade até temperatura do magma ao redor do planeta...Agora que mais me chamou a atenção é que pelas previsões deles com ou sem interferência humana,dentre os próximos 12 anos agora fiquei na duvida... Não sei bem ao certo a respeito da cidade espanhola no litoral, se é Barcelona... Sei que compararam, se persistir as alterações da corrente do Golfo do México, o clima de lá ficará igual o de Oslo na Noruega... Vou só rever a cidade da Espanha a qual tomaram por comparação... O instituto pelo que levantei é de ré-nome mundial seu nome é: Max Planck Institute for Meteorology
    Agora isso acredito que seja projeções serias,e de outro lado tem muitas confirmações de suspeitas estas lideradas pela Com. Europeia,China,Rússia... E depois disso tudo ainda vem o Zé das coves falar em virar luz... Aí que perdi a estribeira com ele... kkkk Más ando muito preocupado com essa situação,não me poupo não caio de ponta, co-relaciono uma coisa com outra antes de dar credito más ainda não achei nada que fale que eu e um monte de gente estamos enganados, tem diversos vídeos eu mesmo tenho suspeita que já presenciei alguns fatos,mesmo você se ficar apar do assunto vai falar como falei... "Estranho já vi isso não me lembro onde???" Sandra qualquer coisa pelo blogue mesmo a gente se fala um abraço, ah ser fã é só simpatia mesmo...

    ResponderExcluir
  6. Depois que li sua colocação voltei só a fazer um único comentário sobre que você disse:

    Quando a questão de ensino, acredito que a forma de ensinar está totalmente ultrapassada, mas o conteúdo ainda acredito por exemplo que a história deva ser ensinada.

    Leva a mal não más você acredita que foi mesmo Christophoro Colombo como o descobridor das Américas???
    Já li cada coisa que se tivesse acesso a estes documentos desmentia tudo,ele é aceito por ser Português e que mais pesou é ser Cristão... Más há evidências que os Chineses e mesmo os Vickns estiveram na costa quase 1800 anos antes e tem provas materiais disso só não querem ser desmentidos,é mesmo caso da Igreja Católica com Jesus,tentaram de toda forma encobrir o Apolônio de Tiana...Más isso é uma outra história...

    ResponderExcluir
  7. Desculpa pelo erro o Cristóvão Colobo a que tudo indica era Gênova Tuti Italiano e não de Portugal... Bona gente KKKKKKK!!!

    ResponderExcluir

Recent Posts