Páginas

domingo, 3 de abril de 2011

Mudando paradigmas II: A Terra não é redonda

Já que estou falando de mudança de paradigma, na forma como vemos e nos relacionamos a Terra, olha só o que foi divulgado na última quinta-feira, 31 de março.


video

É a imagem da terra de uma forma diferente... Eita, como ela fica feia sem os oceanos!!! Perde sua bela elegância arredondada. rs

Se bem que redondinha ela não é, só lá de cima a vemos assim. Essa menina é cheia de altos e baixos, inclusive de humor, que nessa semana esteve lá no alto astra, sem grandes abalos sísmicos, nem novas explosões vulcânicas. Está até abaixo do normal. Olha só, das 0:30 até as 15h30 apenas 19 terremotos - só contando os acima da magnitude 3.0 -, sendo que teve um forte ainda a pouco, às 14h07, de 6.4, nas ilhas Fiji... Upa...É melhor ficar quieta para não dar idéia. Deixe-me voltar para a imagem acima.

Essa imagem não é real, apenas um modelo chamado de geóide.

Ela foi divulgada quinta -feira pela Agência Espacial Europeia (ESA) e é o mapa mais preciso já feito até hoje da gravidade da Terra. Essas informações foram coletadas pelo satélite Goce, nos últimos dois anos. A intenção é a partir das informações coletadas por ele, poder medir a movimentação dos oceanos, a mudança do nível do mar e a dinâmica do gelo, e entender como esses sistema são afetados pelas mudanças climáticas.

Esses dados também poderão auxiliar no entendimento dos processos que causam terremotos, porque eles criam “rastros” de gravidade, e quem sabe um dia conseguirmos prevê-los.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Recent Posts